# Amite

Apresentação

A Associação dos Amigos do Theatro Municipal “AMITE” foi criada em 20 de abril de 2003. Em outubro de 2003, a lei municipal 1.194, legalizou a associação. Constituída para administrar o Theatro Municipal, a AMITE é responsável pela programação mensal, viabilizando a arte e a cultura para a população de São João e toda a região.
Suas atribuições são: promover a popularização do Teatro, realizar eventos com a participação de grupos e escolas locais, organizar a agenda de espetáculos do Theatro em parceria com o departamento de Cultura e Turismo e entidades culturais do município. É uma entidade sem fins lucrativos. A AMITE não possui vínculos administrativos com a Prefeitura, sendo que esta se responsabiliza pela manutenção da parte física e estrutural do prédio.

SÓCIOS

Atualmente, a entidade conta com mais de 400 sócios contribuintes. A mensalidade vale como parte do preço do ingresso nos eventos organizados pela AMITE, sendo que muitas vezes o ingresso é gratuito. O sócio só não tem direito a ingressos quando o Theatro é locado para terceiros.
Os sócios são muito importantes para que a AMITE possa viabilizar a apresentação de um número maior de bons espetáculos e dinamizar sua utilização, sendo assim, é fundamental existir sempre novas adesões. Todos podem se filiar, inclusive pessoas de outras cidades, uma vez que, uma das prioridades da nova diretoria é a regionalização do Theatro.

PROJETOS

A AMITE mantém os seguintes projetos, que oferecem oportunidade para os artistas e também valores populares para o público:
“SEIS DA TARDE” - acontece aos domingos e proporciona espetáculos com valores populares.
“TEATRO DE QUINTA” - na última quinta-feira do mês.
Para que os eventos aconteçam, não é cobrado locação do Theatro. Para a manutenção, para limpeza, segurança e zelador, se faz necessária a cobrança de uma pequena taxa.Com esses projetos, a AMITE está colaborando com popularização da arte e dando maior oportunidade aos artistas sanjoanenses em início de carreira.

Editais

AVISO DE CHAMAMENTO PÚBLICO

A AMITE – Associação dos Amigos do Theatro Municipal de São João da Boa Vista – SP torna público que pretende locar espaço específico para armazenamento de equipamentos de sonorização e iluminação. As especificações gerais constantes no Edital de Chamamento Público 01/2017 estão disponíveis no site da AMITE www.amite.com.br, e o documento também poderá ser consultado no escritório da entidade: Praça da Catedral, 22, Subsolo, Centro, São João da Boa Vista – SP.

A data de início do envio da proposta eletrônica será dia 14/09/2017, sendo que o prazo termina no dia 13/10/2017. O endereço eletrônico para envio da proposta é :[mailto:amite@amite.com.br] (amite@amite.com.br)

Local, endereço, data e hora da abertura da Sessão Pública:

SALA DILO GIANELLI, 17/10/2017, às 15h00min
THEATRO MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DA BOA VISTA
PRAÇA DA CATEDRAL, 22 - CENTRO

História

O Theatro Municipal de São João da Boa Vista, foi construído em 1913 e inaugurado em 31 de outubro de 1914. Projetado pelo arquiteto italiano J. Pucci (José Pucci) e construído por Antonio Lanzac a obra é um ponto turístico da cidade devido a sua beleza e conservação.

IDEALIZAÇÃO, CONSTRUÇÃO E INAUGURAÇÃO

A história do Teatro Municipal começou em 1911, quando jovens sanjoanenses retornaram dos estudos na Europa e nos Estados Unidos dispostos a incentivar a cultura em sua terra.
Naquele ano, em 15 de setembro, o vereador Joaquim Lourenço de Oliveira propôs isenção de impostos por dez anos a quem construísse um teatro na cidade. A proposta foi aceita e aprovada pela Câmara de Vereadores em 15 de abril de 1912.
A partir de então José Evangelista de Almeida, gerente da Casa Bancária, passou a buscar capital em forma de ações, assim como o empréstimo em debêntures para a construção do Theatro.

INAUGURAÇÃO

O Theatro Municipal de São João da Boa Vista foi inaugurado em 31 de outubro de 1914. Na ocasião foi apresentada a peça "Uma Causa Célebre", da Companhia Santos Silva.

Em seu projeto constava a seguinte descrição do Theatro: "O prédio ocupará uma área de 1.130 m², tendo de frente 22,6 m e 50 m de fundo. Compreenderá uma plateia para 480 cadeiras de 1ª e 2ª classe, 22 frisas e 30 camarotes. Nos altos uma galeria para 500 pessoas. O palco cênico, que é mais elevado do que o corpo principal medirá 22,60 m de largura e 16 m de fundo, no qual existirão 11 camarins para artistas e cabine para aparelhos elétricos. O arco do proscênio terá 11 metros de abertura e 8 metros de largura. Todo o edifício será servido por aparelhos sanitários dos mais modernos. O pano de boca subirá inteiro e será movido por aparelhos especiais, os mais modernos em uso. O local reservado à orquestra terá lugares para 30 músicos. O edifício ficará isolado por duas passagens laterais de 4,15 metros. Na parte superior haverá um salão nobre, com um bar superior, para 50 mesas e também um bar inferior. Terá bilheteria, sala de administração e toalete para senhoras."
Com a aprovação do projeto, assentou-se a pedra fundamental em 13 de maio de 1913. No local, bem na base da primeira coluna de ferro, foram depositados documentos e moedas da época.

Para construir o prédio foi necessário importar da Europa toda a estrutura metálica, que compreendia a sustentação dos mezaninos, as tesouras do talhado, pilares aparentes. Estes foram pré-fabricados e numerados na Bélgica, sendo apenas montados aqui. A fiscalização e execução da obra ficaram a cargo do construtor, Antonio Lanzac.

100 ANOS DE HISTÓRIA

O Theatro passou por muitas crises em toda a sua história, muitas mudanças e propostas marcam os 100 anos desse patrimônio.
De cinema, salão de baile passando pela a possibilidade de ser vendido para um supermercado, o Theatro Municipal sobreviveu! E atualmente cumpri sua missão de levar cultura e entretenimento para São João e região.
FAÇA PARTE DO ESPETÁCULO – SEJA UM SÓCIO AMITE
Se você tem orgulho de nosso Theatro Municipal e quer vê-lo funcionando e cada dia mais atuante oferecendo a população cultura e entretenimento de qualidade seja um sócio AMITE!

O princípio é simples: você preenche uma ficha de cadastro e a entrega em nossa sede.
Benefícios: descontos significativos na aquisição de ingressos, conhecimento antecipado de shows e eventos que acontecerão no Theatro, além de contribuir para a manutenção deste precioso patrimônio municipal.
Clique aqui para preencher sua Ficha Cadastral.
Seja bem-vindo!!! Até o próximo espetáculo.

Diretrizes

Democratização da cultura é prioridade para a nova diretoria da Amite

Empossada oficialmente no dia 02 de janeiro, a nova diretoria da Amite – Associação dos Amigos do Theatro Municipal de São João da Boa Vista, eleita para o biênio 2017-2018, tem pela frente uma série de desafios, entre eles, a manutenção da eficiência e profissionalismo com que a entidade vem sendo administrada, a sustentabilidade financeira, a democratização do uso dos espaços e a composição de parcerias que viabilizem o cumprimento de metas e objetivos fundamentais, como a finalização do Theatro, a recuperação do patrimônio físico degradado pelo tempo e uso (portas, janela, poltronas, pintura, etc.), e a manutenção de uma ampla programação, que privilegie tanto a educação quanto a fruição artística-cultural.
Uma boa notícia já chegou logo no início do ano, quando em reunião organizada pelo diretor de Cultura, Hélio Correa da Fonseca Filho, foram apresentados ao prefeito Vanderlei Borges de Carvalho, os projetos atualizados de iluminação, sonorização e vestimenta cênica. Esta reunião, a qual estiveram presentes o presidente e representantes da Amite, foi muito animadora pois demonstra o alinhamento do poder público com os objetivos de finalização do teatro. E, tão logo o projeto seja concluído, será possível buscar, através de leis de incentivo e apoio de empresas públicas e privadas, os recursos necessários.

De um modo global, para proporcionar o sustento e a autonomia da gestão, será preciso incrementar a captação de recursos financeiros e a composição de parcerias. Entre as ideias está a ampliação do uso da Sala Dino Gianelli, que além de abrigar o Cineclube Beloca, passaria a ser utilizada para receber eventos educacionais, culturais e sociais, a exemplo do que fazem outros teatros do Brasil e do mundo como forma de diversificar a agenda e aumentar a receita.

Tendo como foco a criação e manutenção de programas e projetos especiais que atendam os interesses da comunidade, o Plano de Trabalho aprovado pela diretoria da Amite elegeu como prioridades a promoção de atividades, programas culturais e eventos, principalmente em parceria com a Prefeitura Municipal, através do seu Departamento de Cultura e Turismo, e também com entidades promotoras de cultura e educação, que possam atuar como parceiros tanto na realização de atividades artísticas quanto colaborando com a Amite em suas expertises.
Buscando cumprir metas audaciosas em relação à sustentabilidade da gestão, entre outras medidas, será implantado um programa colaborativo com os produtores e artistas, para que eles também contribuam para a integridade física do patrimônio que utilizam. Outras prioridades são conquistar novos associados, ampliar o programa Empresa Amiga e manter atualizados e funcionais os canais de informação. Para tudo isso, será preciso muito trabalho na área de Comunicação e Marketing e já estão sendo alinhadas parcerias com as universidades para que os estagiários possam auxiliar a Amite a conquistar estes objetivos.
Entre as metas arrojadas da gestão estão a criação do Corpo de Baile do Theatro Municipal e do Café do Theatro, além de um Conselho Especial, composto por representantes de instituições públicas e ou privadas de cunho cultural, artístico e literário, que atuaria como órgão consultivo e propositivo, vinculado à Diretoria da Amite, proporcionando a democratização da cultura ao dar voz a todos aqueles que a representam.

DIRETORIA ELEITA PARA O BIÊNIO 2017/2018

Presidente: José Gilberto Sibin
Vice-Presidente: Carlos Augusto Castilho
1º Secretária: Lucy Helena C. Mendonça Castilho
2º Secretário: José Rubens Blasi de Carvalho Rosas
1º Tesoureira: Selma Bertoli da Motta Rosas
2º Tesoureiro: José Márcio Carioca
Assessora Jurídica: Fabíola Borelli Romagnole
Suplente: Maria Inês Prado
Diretora Técnica: Ana Paula Ferreira Rinaldi
Conselho Técnico:
Bruno Caggiano
Edith Azevedo Zogbi
Luciana Oliveira Junqueira
Diretor de Eventos: Antonio Gregório
Conselho de Eventos:
Elisabeth Rodrigues Prímola
Maria Madalena da Silva
Norival Primo
Assessoria de Planejamento: Amélia Queiroz
Diretora de Comunicação e Marketing: Carmem Aliende
Assessoria de Comunicação: Estúdio Oka
Assessoria para Mídias Digitais: Leonardo Beraldo
Diretor do Cineclube Beloca: David Ribeiro
Gestor de Relacionamento Associados e Empresas: Maycon Pacheco